top of page

Três Sinais de uma Relação Saudável

Atualizado: 28 de jul. de 2021


Lidar com pessoas nem sempre é fácil. Ainda que você conviva diariamente com familiares e amigos, as diferenças podem parecer enormes: as reações emocionais de cada um, a forma como compreendemos e opinamos sobre determinados assuntos e os contextos aos quais estamos submetidos - tudo isso parece criar realidades tão complexas que é quase impossível saber se estamos de fato nos entendendo. Hoje vou te passar três sinais que te ajudarão a entender quando uma relação pode ser considerada saudável.


Validação

É a capacidade de identificar a verdade de um sentimento. Para explicar melhor, vamos a um exemplo: digamos que você está muito irritada com a maneira que o seu namorado a tratou ontem e resolve falar disso com uma amiga. Depois de te ouvir, ela diz que ''homem é assim mesmo'', que ''não viu nada demais'' e que ''pior foi a fulana, que o namorado dela fez isso e aquilo...''. Como você se sente? Ainda que ela tivesse a melhor das intenções, pode parecer que ela não viu importância nos seus sentimentos, como se você não precisasse se sentir assim. Mas eles existem e é assim que você se sente! Validar sentimentos considerar o que o outro sente como importante independentemente da avaliação que você faz do problema. Afinal de contas, se não fosse importante, ela não estaria contando pra você! Para uma relação ser saudável é fundamental que os sentimentos sejam tratados com seriedade.


Empatia

Ser empático é ter a habilidade de perceber o que o outro está comunicando (racional e emocionalmente). Embora pareça objetiva, a expressão humana vai muito além das palavras que estão sendo ditas. Você já percebeu como nosso corpo também ''se comunica''? Quando estamos falando de determinadas coisas, apresentamos também reações emocionais e gestuais. Ser capaz de ''ler'' essas expressões é o que faz com que se possa realmente entender o que alguém quer comunicar. A empatia contribui para relações saudáveis porque possibilita que as pessoas de fato entrem em contato com o que o outro deseja expressar.


Compaixão

Demonstrar compaixão é ser capaz de enviar ao outro a sensação de que estamos ali dispostos a acolhê-lo naquele momento. Muitas vezes temos a impressão de que é preciso combater rapidamente certos sentimentos. Dizemos que aquilo ''vai passar'' ou que ''não é preciso se sentir assim''. O problema é que as emoções não reagem a argumentos racionais dessa forma. Elas não são interruptores que ligam e depois desligam. Elas se parecem mais com ondas: começam pequenas, tem um pico e, por fim, se desfazem. Ter compaixão é estar junto do outro enquanto essa onda emocional está forte até ela perder força. Numa relação saudável, a compaixão é uma atitude que reforça o laço afetivo, mostrando que, independentemente do que se esteja sentido, há alguém com quem podemos contar nos momentos difíceis.


''Ter compaixão é estar junto do outro enquanto a onda emocional está forte até ela perder força''


É importante salientar que uma relação saudável melhora com a prática desses três elementos. Nesse sentido, que tal um exercício? Escolha duas relações muito importantes pra você. Pode ser a relação com seus pais, parceiro(a) ou um amigo(a). Você se sente validado(a)? E você, valida os sentimentos do outro? Tem compaixão quando alguém lhe pede ajuda? Consegue ter empatia com os outros ou responde de qualquer forma? Com treino e sensibilidade, você tem tudo para firmar laços cada vez mais significativos!


Posts recentes

Ver tudo

Lidando com expectativas sobre a aprovação

É fácil entender por que o concurso público atrai tanta gente. Afinal, tomar posse pode nos poupar das incertezas do mercado, mudar nossa situação financeira e garantir uma aposentadoria. Embora isso

Comments


bottom of page