top of page

Ansiedade: Quando Buscar Ajuda?



Se você chegou até aqui, provavelmente é porque tem dúvidas se a sua ansiedade é realmente um problema que necessite de ajuda profissional. Acertei? Então deixa eu te explicar como a gente pode avaliar isso!


Intensidade e duração dos sintomas


É comum pessoas relatarem falta de ar e dor no peito quando se sentem ansiosas. Em alguns casos, no entanto, esses sintomas podem ser tão intensos que levam a desmaios ou a uma sensação de morte ou enlouquecimento. Se isso acontece com você, busque primeiro ajuda médica para avaliar as causas desses sintomas (problemas cardiovasculares ou de outra natureza). Se forem descartadas causas orgânicas, procure ajuda psicológica e psiquiátrica!


Dificuldades na rotina (trabalho, familiar, social, etc.)


Certas situações da vida (como um divórcio, desemprego ou realização de prova de concurso público) podem gerar um tipo de ansiedade que chamamos de ansiedade de adaptação. É uma reação esperada do nosso organismo e que nada tem de patológica. Pacientes com um grau significativo de ansiedade têm dificuldade até mesmo para lidar com a rotina do dia a dia, o que pode levar a faltas no trabalho, desemprego, problemas conjugais, isolamento social e abuso de álcool. Se você tem enfrentado algum desses problemas, é hora de procurar ajuda!


Há quanto tempo lida com a ansiedade


É inegável que hoje as pessoas têm menos receio de procurar um psicólogo para tratar da ansiedade, mas a verdade é que uma boa parcela dos pacientes ainda demora muito até chegar ao consultório. Um estudo da Universidade de Harvard mostrou que pacientes com quadros graves e agudos levam em média 7 anos até buscarem ajuda profissional! Essa demora leva a um quadro crônico e mais difícil de tratar. Se a ansiedade te acompanha há muito tempo, não espere mais: procure ajuda!


Estratégias ineficazes para lidar com o problema


Muitos pacientes relatam que demoraram a buscar ajuda por pensar coisas como ''eu deveria ser capaz de lidar com isso sozinha(o)'', ''Isso é besteira'' e por terem adotado outras estratégias para lidar com os sintomas, como o uso de remédios sem orientação médica, álcool ou drogas ilícitas. Por mais que essas coisas possam trazer algum ''alívio'' a curto prazo, também acabam gerando outros problemas a longo prazo. Por isso, seja sincero e responda a si mesma(o): ''Como tenho lidado com a ansiedade? Que resultados tenho obtido? Estou feliz com eles ou posso simplesmente estar evitando pedir ajuda?''. Se você não tem tido estratégias eficazes para lidar com a ansiedade, é hora de pedir ajuda profissional!


Se você se identificou com algum desses pontos, vale a pena procurar um psicólogo!

!

O Brasil já era o país mais ansioso do mundo segundo um relatório da OMS publicado em março de 2019. Até então, 9,3% dos brasileiros convivia com algum tipo de transtorno de ansiedade. Com a pandemia, esse grupo deve ter ficado ainda maior. Por isso, não se sinta mal por estar ansiosa(o)! Com a psicoterapia você irá aprender estratégias para lidar com os sintomas ansiosos, com as incertezas e assim ter mais qualidade de vida.


Espero ter ajudado!







Posts recentes

Ver tudo

Lidando com expectativas sobre a aprovação

É fácil entender por que o concurso público atrai tanta gente. Afinal, tomar posse pode nos poupar das incertezas do mercado, mudar nossa situação financeira e garantir uma aposentadoria. Embora isso

Comments


bottom of page